Entrada expressa para imigrantes qualificados (Canadá/2015)

A partir de 2015, o governo federal irá oferecer “entrada expressa” para imigrantes qualificados que pretendem residir permanentemente no Canadá, como uma forma de preencher as vagas abertas onde não existem trabalhadores locais disponíveis.
O governo decidiu rever o programa Temporary Foreign Worker após uma série de fatos relatados pela CBC News, onde foram alegados abusos do programa.

Justin Trudeau, Líder Liberal, propôs que o governo se comprometesse a permitir a entrada de imigrantes permanentes, ou seja, algo como uma entrada expressa.

De acordo com o governo federal, a nova medida irá garantir que os imigrantes qualificados sejam capazes de viver no Canadá permanentemente e assim atender às necessidades de trabalho do país.
“Empregadores canadenses irão considerar os candidatos de entrada expressa quando eles não conseguirem encontrar a mão de obra nativa para preenchimento de vagas de emprego”, disse Alexis Pavlich, porta-voz do ministro da imigração. Sob a entrada expressa, os imigrantes em potencial veriam suas habilidades serem aproveitadas às necessidades de trabalho canadenses.

Quem oferecer trabalho para imigrantes, mesmo que qualificados, ainda estarão sujeitos à comprovar ao Labour Market Opinions (LMOs), a necessidade de contratar um trabalhador estrangeiro.
Apenas os candidatos mais graduados receberão convite para a residência permanente. Uma vez que o convite for recebido, o governo promete processá-lo até seis meses.

aaaaRecrutando médicos, engenheiros e contadores

Para o lançamento do novo sistema de imigração, o governo aumentou recentemente o número de aplicações que irá aceitar e dobrou o número de ocupações para as quais podem ser aplicadas.

O governo canadense está recrutando imigrantes qualificados em 50 profissões diferentes: médicos, especialistas e enfermeiros, engenheiros civis, mecânicos e elétricos, gerentes financeiros, auditores e contabilistas.
O governo começou a aceitar aplicações de 25 mil no âmbito do Programa Federal Skilled Worker em 1 de maio de 2014, a partir de 5 mil aplicações, aceitos no ano anterior. Esta é uma “última chamada” para aplicações que o governo vai aceitar no atual sistema de imigração antes do novo sistema entrar em ação.

O número de ocupações elegíveis para imigrantes qualificados mais que duplicou. Um total de 10 ocupações foram retiradas da lista do ano passado, e foram adicionadas 36 novas profissões.
O governo recebeu mais de 150 candidaturas, de acordo com estatísticas publicadas no site do governo há pouco mais de um mês desde que foram anunciadas as novas medidas.

Três profissões tema chamado bastante atenção dos imigrantes: analistas financeiros e de investimento, programadores e desenvolvedores de mídia interativa e engenheiros de software e designers.

Mudança na política de imigração

Faltando alguns meses para o lançamento oficial do novo sistema, críticos e especialistas em imigração estão começando a levantar questões sobre mudança do governo na política.

Morton Beiser, professor de distinção na Universidade Ryerson e diretor fundador do Centro de Excelência em Pesquisa sobre Imigração e Colonização (CERIS) com sede em Toronto, disse que as mudanças na política de imigração do Canadá são importantes e merecem um debate completo e transparente.

“Nós, como povo, não tivemos a oportunidade de discutir o assunto e os nossos representantes a oportunidade de debatê-lo”, disse Beiser em uma entrevista por telefone com a CBC News.
“Esta, assim como outras mudanças que aconteceram, não são apenas pequenos ajustes, mudanças realmente grandes”, completou.

Beiser disse ainda que entrada expressa seria essencialmente “um grande banco de empregos” servindo o governo e à indústria. “A política de imigração do Canadá mudou na direção da conveniência e pragmatismo.”
Beiser, que foi introduzido na Ordem do Canadá por seu trabalho como advogado para imigrantes e refugiados, disse que desviar os trabalhadores temporários em um fluxo mais permanente pode ser uma coisa boa, mas ele se perguntou se sua contribuição econômica deve ser o fator decisivo ao selecionar os imigrantes qualificados.
“Há todos os tipos de problemas quando se faz esse tipo de política de imigração, basicamente, é uma política de recrutamento de trabalho.”

O papel do LMOs

Lysanne Blanchette Lamothe também expressou preocupação com a falta de consulta e debate em torno de um novo sistema que vai mudar a maneira do Canadá aceitar seus imigrantes: “No final do dia, são as províncias e empresas que irão escolher quem vai imigrar para o Canadá”, disse. “Nós vimos um monte de problemas com o programa Temporary Foreign Worker por causa dos LMOs eo fato de que eles não podem dar uma boa avaliação do nosso mercado de trabalho agora”, completou Lamothe.

Segundo o Departamento de Imigração, eles estão trabalhando junto com o Departamento de Emprego e Desenvolvimento Social para fortalecer o processo do LMO.

Fonte: http://www.immi-canada.com/

Anúncios

2 comentários em “Entrada expressa para imigrantes qualificados (Canadá/2015)

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: