Quando a coisa vai e não vai

Do lado de cá somos super ansiosas e isso afeta todas as áreas da vida pessoal, profissional e saúde. Haja Floral para acalmar, Valeriana para dormir, e dermatologista pra cuidar da pele toda pipocada!!!

Você sabe que tá no caminho certo, as coisas caminham a passos lentos e você vê a vida passar em Slow Motion bem na sua cara. Que horrível!

A respsota não vem, o dinheiro não rende, e você pára quase tudo da vida para economizar cada moeda que cai no bolso. Surpresas aparecem e daí desestabiliza um pouco daqui, um pouco dali, e a gente vai se ajeitando dia após dia.

Ontem o Dia das Mães nos deixou no meio da sensibilidade familiar e isso incomoda um pouco o andar da carruagem. Vontade de desistir???

Jamais!

Aqui somos bem independentes, soltas e para alguns somos egoístas! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Foda-se! A verdade é que pensamos em nós em primeiro lugar mesmo e é por isso que decidimos sair do Brasil, né não?!

Mas a gente escuta tanta coisa, abraça mãe, pai, irmão e fica aquela sensação nostálgica de que falta pouco pra irmos.

Mas e o medo de que o troço não vai dar certo? De que não conseguiremos o dinheiro até aplicar? Ou de que vamos tão no limite que vamos mendigar lá? E emprego? Casa? Cachorro? College? o Inglês? e o Francês?

Meu Deus que coisa terrível tudo isso que se passa aqui dentro!!

Anúncios

2 comentários em “Quando a coisa vai e não vai

Adicione o seu

  1. Não se sinta assim não. Sei muito bem como é essa sensação. E quanto ao dinheiro, não se preocupe! Eu estou indo com pouco dinheiro, apesar de anos esperando o visto e não estou muito preocupada. Já passei tanta dificuldade aqui que não tenho medo de passar lá. Tenho saúde e muita força de vontade. Algum emprego vou encontrar. A parta mais difícil é a família, eu já estou morrendo por dentro. Minha mãe é a minha joia, está sendo muito difícil saber que vou ficar longe. Mas se não der certo eu volto, não tenho medo de nada, só tenho medo de morrer infeliz.

    1. É verdade Rita! Desde muito cedo lutamos por nossa felicidade. Nunca deixamos a vida nos levar… sempre corremos atrás daquilo que acreditávamos e acreditamos.
      O medo de não conseguir atingir a meta que traçamos é o que mais incomoda mas, na maioria dos dias, a positividade e o otimismo não deixa o medo chegar.
      O medo faz bem tbm. Nos deixa alertas! Calculistas! O importante é ir com medo mesmo!

      Boa sorte para você lá em Montreal!
      Obrigada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: